A mansão de Demi Lovato em Hollywood Hills, nos Estados Unidos, foi colocada à venda por US$ 9,45 milhões, segundo a revista People. “Ela está ficando saudável e colocando seu passado para trás”, diz uma fonte próxima à cantora. Foi nesta casa que Demi sofreu a overdose no dia 24 de julho – uma lembrança com a qual ela não quer lidar.

Além do mais, com o tratamento de reabilitação, a estrela pop não tem ficado em Los Angeles. A clínica é no Arizona e ela só sai de lá para viagens semanais a Chicago, onde encontra um especialista em saúde mental. A recuperação da sobriedade é feita em duas vertentes: o tratamento para dependência e o tratamento psicológico para lidar com a depressão e bipolaridade.

Demi havia anunciado em março que estava há seis anos sóbria. No mês seguinte, contudo, voltou a usar drogas lícitas e ilícitas. Em junho, ela lançou a música “Sober”, compartilhando com o mundo que havia recaído e não estava mais sóbria. No mês seguinte, veio a overdose, o que a levou a ficar uma semana no hospital.